sábado, 12 de junho de 2010

A PRECIOSA PRESENÇA DE DEUS


Um tesouro precioso (Por Petros Paiva)


As melhores coisas que a vida pode nos proporcionar, são simples e acessíveis. Talvez você tenha andado tão atarefado e preocupado com a conquista de bens que não tenha encontrado tempo para refletir sobre isso, afinal de contas nos dias de hoje não é muito normal ver alguém que não esteja ansioso ou preocupado.

Ansiedade não é algo bom, se sua alma estiver ansiosa, seu espírito ficara impossibilitado de ver, pois é pelo espírito que enxergamos na dimensão de Deus, no entanto a alma ansiosa é como uma venda para que o seu espírito não veja.
Deus nunca esteve distante de nos, ele é um Deus de perto, seus olhos não estão fechados para as nossas necessidades e nem suas mãos encolhidas para que não nos abençoe.
Deus sempre foi um Deus de perto, ele nunca mudou a sua posição ao nosso respeito, mesmo quando nós estávamos no reino do diabo, Deus já nos amava e deseja que nos achegássemos a sua presença.
A nossa posição para com ele é que estava errada, estávamos tão preocupados com nós mesmos, que acabamos nos esquecendo que só nele todas as nossas necessidades são supridas.
Tudo nesta vida é importante, tudo tem um valor para nós, mas a presença do senhor é de valor inestimável e deve ter um lugar único em nosso coração, ela deve está no centro de nossas vidas. Assim como vários rios correm para um só mar, tudo que nós temos, somos ou fazemos deve desaguar no senhor.
Precisamos reconhecer o valor da presença de Deus, no entendimento de um homem natural, pode se considerar valioso aquilo que não é tão comum de se ver.
Por exemplo: a que se deve o valor de um diamante ser tão alto?
Com certeza não é simplesmente por sua beleza, porque existem outras pedras que chegam a ser confundidas com diamantes, porém; o seu valor não chega se quer aos pés do valor de um diamante legitimo. Mas vamos imaginar que por um momento diamantes não sejam tão raros quanto pensamos que eles sejam, imaginemos que eles sejam uma pedra facilmente encontrada, em qualquer lugar e por qualquer pessoa.
Se isso acontecesse, ele não perderia a sua beleza, mas com certeza para os homens ele não custaria o mesmo preço.
Deus não ver como o homem ver, ele enxerga o valor de cada coisa ou pessoa por aquilo que elas são, e nós como filhos de Deus devemos mudar a nossa maneira de ver e pensar.

A presença de Deus é mais preciosa que diamantes ou qualquer outra pedra preciosa, no entanto ela é fácil e acessível para aqueles que a desejam, mas nem sempre foi assim, um bom exemplo disso é a antiga aliança, nela ter a presença do senhor sobre a vida era um privilégio de poucos e o desejo de muitos, que buscavam se aperfeiçoar através de repetidos sacrifícios.
Hoje não temos esta presença apenas sobre nós, mas também dentro de nós, hoje não é difícil de ver alguém carregando em seu interior a presença de Deus, mas o que me preocupa é como temos tratado esta presença.
Será que não temos julgado o seu valor usando o mesmo critério que o homem natural usa para calcular o valor de pedras preciosas?
Precisamos reconhecer o valor da presença de Deus independente de sua popularidade ela continua sendo a mesma. Precisamos amá-la deseja-la e reverencia-la com toda reverência a ela devida.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

a verdadeira identidade de Deus( por Petros paiva)


Oi pessoal Deus é muito bom estou muito convicto disso, o espírito dele está em mim e por isso eu sei quem ele é, em seu caráter não há si quer um vestígio de algo que não seja bom, isso mesmo, ele habita em mim e por isso eu sei quem ele é, mas mesmo se ele não estivesse habitando em mim, ainda assim a sua palavra mim revelaria quem ele é, pois ela mim mostra a vida de Jesus, tudo que Jesus fez foi manifestar a vontade de Deus aos homens de uma maneira plena, em Jesus se acabaram os mistérios sobre o caráter de Deus, as obras de suas mão nos revelam um Deus bondoso que dar vida, cura e supre necessidades.
Nenhum teólogo ou PHD das escrituras conseguiriam provar que Jesus fez algo que não fosse bom, Deus é bom e por isso Jesus é bom, em hebreus o escritor se refere a cristo como a expressão exata de quem o pai é, no mesmo livro o escritor nos faz entender que os crentes da antiga aliança conheciam a Deus por sombras, não sabendo assim definir com exatidão a sua pessoa, mas nós os que fazemos parte de uma nova aliança através da pessoa do espírito santo temos Deus e Jesus habitando em nós